domingo, 25 de Janeiro de 2009

Orgãos anexos

Língua: é um músculo (que faz uns movimentos impressionantes a uma velocidade imprecionante), localiza.se na boca, está revestida por papilas gustativas que detectam 4 sabores: salgado, doce, amargo e ácido. Tem forma de folha.


Glândulas salivares: localizam-se na cabeça, têm forma de pequenos sacos. Dividem-se em três pares: as parótidas (perto dos ouvidos); sub-linguais (por baixo da lingua, na parte anterior) e submaxilares (debaixo do maxilar inferior na parte posterior). Tem como função segregar a saliva.

Dente: Localizam-se nos maxilares. Podemos dizer que se dividem em duas partes (parte interior da gengiva e exterior a esta). A parte interior chamamos coroa e a interior chamamos raiz; a "linha" que separa a coroa da raiz chamamos colo. A coroa tem uma camada bastante dura, que é o Esmalte, este protege a coroa. A raíz está encaixada no alvéolo dentário, que é o orifício no maxilar, e a prender o alvéolo á raíz encontra-se o Cimento. Na parte interior do dente encontramos o marfim ou dentina, e por dentro desta encontra-se uma parte que "lhe dá vida", a polpa dentária, que é bastante mole e irrigada por vasos sanguíneose um nervo.


Fígado: é o órgão mais volumoso, pesa cerca de 1,5 kg, localiza-se na parte direita da cavidade abdominal ao lado do estômago. Tem forma de chapéu ou de selim. Possui vário canai, como o hepático que transporta a bílis até ao canal cístico (outro canal), e o cístico transporta a bílis até à vesícula biliar (é tipo um saco que armazena a bílis). Quando a bilis é necessária, sai da vesícula, passa pelo canal colédoco e desagua no duodeno.

Pâncreas: este orgão encontra-se entalado entre o estômago e o intestino delgado na cavidade abdominal. Tem forma de folha. Segrega o suco pancreático , o qual é conduzido até ao duodeno através do canal pancreático, colédoco, e vai desaguar no duodeno juntamente com a bílis.

Sem comentários: